Categorized | Histórias, Mundo

Torneios de pré-temporada na Europa

Posted on 03 August 2007 by Ubiratan Leal

Ramon de Carranza_cartaz.jpg

Todo início de temporada na Europa é palco de diversos amistosos. Isso desde quase sempre. Aos poucos, alguns clubes, empresas ou cidades decidiram elevar o status de alguns desses jogos e passaram a distribuir troféus e organizar mini-torneios. Surgiram muitas dessas competições. A maioria não sobreviveu depois de poucas edições, mas algumas continuam na ativa – sobretudo em Espanha e Itália – e se tornaram tradicionais por reunir clubes de todo o mundo e promover duelos raros e interessantes. Incluindo clubes brasileiros.

Ultimamente, esses torneios andam em baixa devido à concorrência de Extremo Oriente, Oriente Médio e Estados Unidos, que pagam milhões para verem as potências européias em julho e agosto todo ano. Mas, por mais que asiáticos e norte-americanos gastem uma fortuna, dificilmente conseguirão atingir o charme de um Ramón de Carranza ou fazer três clássicos em um dia como a Copa TIM.

Para conhecer melhor esses torneios, veja um resumo da história dos mais importantes.

Ramón de Carranza Cádiz
Brasileiros que já disputaram: Flamengo (1965, 79 e 80), Corinthians (1966, 96 e 97), Vasco (1967, 77, 87, 88, 89 e 99), Palmeiras (1969, 74, 75, 76, 81 e 93), Botafogo (1972 e 86), Santos (1974 e 90), Grêmio (1985), Atlético-MG (1990 e 91), São Paulo (1992 e 93)
Campeões: Atlético de Madrid (8 títulos), Cádiz (7), Real Madrid (6), Betis e Sevilla (4), Barcelona, Palmeiras e Vasco (3), Benfica e Flamengo (2) e Athletic de Bilbao, Atlético-MG, Corinthians, Deportivo de La Coruña, Español, Mallorca, São Paulo, Sporting Gijón, Valencia e Zaragoza (1)

Cidade:

Tem muita projeção no Brasil pelo fato de vários clubes daqui já o terem disputado e vencido. O nome homenageia um ex-presidente do Cádiz, que também dá batiza o estádio do clube. Curiosamente, o clube anfitrião não disputou as primeiras edições do torneio, criado em 1955. Em seus tempos áureos, a competição andaluza chegou a ser um mini-mundial de clubes tamanha era a força de seus participantes (por exemplo, houve duelos como Real Madrid 6 x 3 Milan em 1959, Barcelona 2 x 1 Peñarol em 1961, Benfica 7 x 3 Fiorentina em 1963, Ajax 2 x 0 Juventus em 1973 e Flamengo 2 x 1 Barcelona em 1979). Neste período, inclusive, o Palmeiras da Academia fez história com três títulos. Pela redução dos investimentos na organização, nos últimos anos o número de convidados não-espanhóis baixou bastante, mas o gigantesco troféu prateado continua sendo um dos mais importantes dos amistosos da pré-temporada européia.

Teresa Herrera

Cidade: A Coruña
Brasileiros que já disputaram: Vasco (1947, 57, 63, 84 e 97), Flamengo (1958, 78, 80), Santos (1959 e 86), Botafogo (1959 e 96), Corinthians (1966 e 99), Cruzeiro (1975, 76), Fluminense (1977 e 85), Internacional (1982) e São Paulo (1986, 92 e 93)
Campeões: Deportivo de La Coruña (14 títulos), Real Madrid (8), Atlético de Madrid e Barcelona (5), Sevilla (3), Athletic de Bilbao, Dínamo de Kiev e Peñarol (2) e Bayern de Munique, Benfica, Botafogo, Celta, Crvena Zvezda, Ferencváros, Fluminense, Lazio, Monaco, Nacional-URU, Porto, PSV, Racing de Ferrol, Roma, Santos, São Paulo, Sporting, Valencia, Vasco e Vitória de Setúbal (1)

É até mais antigo que seu principal concorrente, o Ramón de Carranza. A competição de A Coruña surgiu em 1946 e não teve um ano em que não foi disputada. Em comparação com o torneio de Cádiz, o Teresa Herrera (nome de uma benfeitora de A Coruña do século XVIII) costuma investir menos em convidados estrangeiros. Por isso, já foi palco de duelos alternativíssimos, como Ferencváros x San Lorenzo, Cruzeiro x Stoke City, Flamengo x Sporting Gijón e o primeiro Nacional-URU x Peñarol fora das Américas. Além de um histórico Botafogo 4 x 4 Juventus (3 x 0 para os cariocas nos pênaltis) na final de 1996. Como os dois clubes não haviam levado à Galícia uniformes reservas, ambos estavam com camisas listradas alvinegras. Para não ter confusão, os botafoguenses jogaram com a camisa do Deportivo de La Coruña.

International de Paris

Cidade: Paris
Brasileiros que já disputaram: Vasco (1957, 59, 66, 77, 81 e 89), Flamengo (1958 e 91), Santos (1960, 61, 62 e 64), Botafogo (1963, 83 e 84), Fluminense (1975, 76, 87 e 93), Seleção Olímpica (1976 e 79) e Atlético-MG (1982),
Campeões: Paris Saint-Germain (6 títulos), Anderlecht (3), Fluminense, Racing de Paris, e Santos (2) e Atlético-MG, Benfica, Crvena Zvezda, Feyenoord, Holanda, Montpellier, Olympique de Marseille, Romênia, Sparta Praga, Valencia, Vasco e Waregem (1)

Foi criado em 1957 para comemorar o 25º aniversário do Racing de Paris. Depois, teve seqüência por décadas, foi interrompido algumas vezes, retomado e terminou definitivamente em 1993. Era particularmente especial pela importância que dava aos clubes brasileiros (sobretudo os cariocas), que quase sempre tiveram espaço no torneio. Foi nessa competição que o Vasco fez 4 x 3 no Real Madrid de Di Stéfano em 1957 e o Santos bateu o Benfica por 6 x 3 em 1961, em um prenúncio da final do Mundial do ano seguinte. Houve também partidas inusitadas, como Fluminense x Combinado Europeu, Brugge x Irã e Romênia x Botafogo.

Opel Masters

Cidade: sem sede fixa
Brasileiros que já disputaram: nenhum
Campeões: Bayern de Munique e Milan (2 títulos)

Torneio de vida curta (foi disputado entre 1996 e 2000), mas que teve alguma importância por reunir os clubes importantes. No caso, os patrocinados pela Opel: Milan, Bayern de Munique, Paris Saint-Germain e Hertha Berlin (esse último, apenas em 1997). Na última edição, o pretexto não foi a promoção da montadora alemã, mas o centenário do Bayern. Aí, a lista de convidados mudou, com presenças ilustres Real Madrid e Manchester United.

Emirates

Cidade: Londres
Brasileiros que já disputaram: nenhum
Campeão: Arsenal (1 título)

Na esteira da Copa Opel Masters, a Copa Emirates foi criada em 2007 para promover a companhia aérea dos Emirados Árabes. Assim, os jogos foram no estádio Emirates e participaram Arsenal e Paris Saint-Germain, clubes patrocinados pela empresa. O Hamburg ficou de fora, mas o torneio teve seu valor pelo convite a duas equipes de respeito: Internazionale e Valencia.

Luigi Berlusconi

Cidade: Milão
Brasileiros que já disputaram: nenhum
Campeões: Milan e Juventus (8 títulos)

O “torneio” é, na verdade, um amistoso em que é dado um troféu ao vencedor. É a festa de início de temporada do Milan desde 1991, com jogo sempre no estádio de San Siro e nome do troféu em homenagem ao pai de Silvio Berlusconi. No início, apenas equipes que já haviam conquistado a Copa/Liga dos Campeões poderiam disputar. A partir de 1995, é um duelo entre Milan e Juventus.

TIM

Cidade: sem sede fixa
Brasileiros que já disputaram: nenhum
Campeões: Internazionale (4 títulos) e Milan (2)

Os italianos desenvolveram um interessante esquema para fazer torneios curtos e rápidos com três equipes: triangulares de um tempo só. Assim, são três jogos de 45 minutos cada realizados em uma única noite Há várias competições com esse formato em todo o país e a mais importante é o Troféu TIM (por causa do patrocínio da operadora de celulares italiana TIM), que reúne sempre Juventus, Internazionale e Milan, os três maiores clubes da Itália.

Naranja

Cidade: Valência
Brasileiros que já disputaram: Santos (1969), Botafogo (1961), Flamengo (1964, 86, 96 e 97), Vasco (1980 e 88), Internacional (1983), São Paulo (1991) e Palmeiras (1997)
Campeões: Valencia (19 títulos), Flamengo e Real Madrid (2) e Atlético de Madrid, Barcelona, Bayern de Munique, Boca Juniors, Borussia Mönchengladbach, Combinado Húngaro, Crvena Zvezda (Estrela Vermelha), CSKA Sófia, Dínamo de Moscou, Kaiserslautern, Palmeiras, Parma, PSV, Santos e Udinese

Criada em 1959, é a versão de valenciana do Ramón de Carranza e do Teresa Herrera. Como o Valencia é um clube mais relevante que Cádiz ou Deportivo de La Coruña, era de se esperar que esse torneio tivesse até maior relevância técnica. Em suas primeiras edições, foi assim, com duelos como um 7 x 1 do Santos sobre a Internazionale e Barcelona 3 x 2 Botafogo em 1961. Com o tempo, o peso dos convidados caiu e pôde-se ver jogos alternativos como Hércules x Dínamo de Moscou, Vitória de Setúbal x Borussia Mönchengladbach, Huracán-ARG x Ajax, Millonarios-COL x Combinado Húngaro, Perugia x Flamengo e São Paulo x Comunidade de Estados Independentes.

Costa del Sol

Cidade: Málaga
Brasileiros que já disputaram: Santos (1967), Corinthians (1969), América-RJ (1977), Botafogo (1979), Atlético-MG (1980) e Internacional (1983)
Campeões: CD Málaga (3 títulos), Athletic de Bilbao, Sevilla e Tottenham Hotspur (2) e Atlético-MG, Barcelona, Corinthians, Crvena Zvezda, Español, Ferencváros, Internacional, Málaga CF, Real Madrid, Nacional-URU, Peñarol, Racing-ARG, Roma e Vasas (1)

Torneio de Málaga criado em 1961. Teve momentos de destaque, mas sempre ficou à sombra de outras competições de pré-temporada na Espanha. Entre os momentos interessantes, o Corinthians conquistando o título de 1969 sobre o Barcelona, um inusitado encontro entre Granada e Twente-HOL e um bizarríssimo duelo do América-RJ com a seleção japonesa.

Colombino

Cidade: Huelva
Brasileiros que já disputaram: Atlético do Rio (???) (1968), São Paulo (1969 e 93), Fluminense (1972), Vasco (1980), América-RJ (1983), Botafogo (1985), Cruzeiro (1988), Flamengo (1988) e Grêmio (1997)
Campeões: Recreativo de Huelva (10 títulos), Atlético de Madrid (5), Sevilla (4), Betis e Real Madrid (3), Athletic de Bilbao (2) e Celta, Combinado Chileno, Dínamo de Tbilissi, Feyenoord, Flamengo, Grêmio, Málaga, Nottingham Forest, Partizan, São Paulo, Sporting, Stal Mielec-POL, Újpest Dósza-HUN, Vasco e Zaragoza (1)

Huelva foi outra cidade espanhola que apostou na realização de torneios de pré-temporada. O Colombino surgiu em 1965 e não conseguia competir com as competições de cidades vizinhas. Assim, deu muito espaço a clubes de segundo nível da Europa ou do Leste Europeu. Bom para partidas estranhas, como Atlético do Rio (???) x FAR Rabat-MAR, River Plate x Dínamo de Tbilissi e Recreativo de Huelva x Honvéd. Nos últimos anos, têm sido raros os convites a equipes não-espanholas.

Memorial Mario Cecchi Gori

Cidade: Florença
Brasileiros que já disputaram: Sãocarlense (1997)
Campeões: Fiorentina (3 títulos) e Benfica, Monaco, Parma e Torino (1)

Torneio triangular de jogos curtos (de 45 minutos) organizado pela Fiorentina entre 1994 e 2000. O nome faz referência ao pai de Vittorio Cecchi Gori, ex-presidente do clube toscano. O momento mais memorável foi a participação da Sãocarlense em 1997. A organização queria convidar o Grêmio Porto-Alegrense e foi enganada por um empresário, que levou o Grêmio Sãocarlense no lugar. O time de São Carlos não fez feio, perdendo por 2 x 0 e 1 x 0 para Lazio e Fiorentina. Mas, quando se soube da confusão, o empresário tratou de sair da Itália rapidamente. Curiosamente, o Sãocarlense foi o único clube não-europeu a disputar o Memorial Cecchi Gori, que teve convidados ilustres como Arsenal, Benfica, Barcelona e Monaco.

Ibérico

Cidade: Badajoz
Brasileiros que já disputaram: Flamengo (1967) e Corinthians (1972)
Campeões: Atlético de Madrid (3 títulos), Badajoz, Benfica, Sporting, Sporting Gijón e Vitória de Setúbal (2) e Athletic de Bilbao, Barcelona, Combinado Búlgaro, Crvena Zvezda, Español, Huracán-ARG, Real Madrid e Valencia (1)

Como o nome indica, o torneio de Badajoz prioriza equipes ibéricas. Nas primeiras edições ainda houve convidados de outras partes do mundo, mas acabou restringindo seus participantes a Espanha e Portugal. Foi criado em 1967 e interrompido em 1986, com retomada em 2005.

Joan Gamper

Cidade: Barcelona
Brasileiros que já disputaram: Flamengo (1968), Vasco (1972, 80 e 81), Botafogo (1978), Internacional (1982, 89 e 91) e Santos (1998)
Campeões: Barcelona (31 títulos), Köln (2) e Borussia Mönchengladbach, Internacional, Juventus, Mechelen, Porto, Tenerife, Újpest Dósza-HUN e Valencia (1)

É o amistoso em que o Barcelona, teoricamente, apresenta o novo elenco a sua torcida. Disputado desde 1961, o nível técnico depende da fase pela qual passa o Barça e a qualidade do convidado. A variação vai desde um Barcelona x Chacarita Juniors (1971) a um Barcelona x Milan (2004).

Santiago Bernabéu

Cidade: Madri
Brasileiros que já disputaram: Palmeiras (1994), Portuguesa (1997) e Santos (2000)
Campeões: Real Madrid (17 títulos), Bayern de Munique (3), Internazionale e Milan (2) e Ajax, Dínamo de Kiev, Hamburg e Pumas de la Unam (1)

Se o Barcelona tem seu amistoso/torneio, o Real Madrid não ficaria atrás. Em 1979, o clube instituiu o Troféu Santiago Bernabéu. Houve clássicos mundiais como Real Madrid x Bayern de Munique (1985 e 2002), Real Madrid x Palmeiras (1994) e Real Madrid x Liverpool (1989), mas também houve encontros alternativos como Real Madrid x Seleção da MLS (2005), Real Madrid x Pumas de la Unam (2004) e Real Madrid x Portuguesa (1997). Como explicação, o jogo com a Lusa fez parte das negociações pelo meia-atacante Rodrigo Fabri.

Pirelli

Cidade: Milão
Brasileiros que já disputaram: nenhum
Campeões: Internazionale (6 títulos) e Fiorentina, Liverpool, Real Madrid e Udinese (1)

Como o Luigi Berlusconi, o Joan Gamper e o Sanitago Bernabéu, a Coppa Pirelli é um amistoso de apresentação de um clube – no caso, a Internazionale – travestido de torneio. Em geral, os nerazzurri foram seletivos com os convidados, chamando grandes clbues como Manchester United, Liverpool e Real Madrid. As exceções foram Watford (2001) e Real Sociedad (2003).

Ciutat de Palma

Cidade: Palma de Maiorca
Brasileiros que já disputaram: Flamengo (1978 e 97), Vasco (1979 e 95), Grêmio (1985), Cruzeiro (1986), Internacional (1987), Botafogo (1988) e Vitória (1997)
Campeões: Barcelona e Mallorca (5 títulos), Real Madrid (4), CSKA Sófia (2) e Atlético de Madrid, Bayer Leverkusen, Betis, Botafogo, Combinado de Budapeste, Flamengo, Fortuna Düsseldorf, Grêmio, Hertha Berlin, Paris Saint-Germain, Universidad Católica, Valencia e Vasco (1)

É mais um dos torneios de pré-temporada da Espanha que vive à sombra de outros mais tradicionais. A competição organizada pelo Mallorca desde 1969 já teve bons momentos, mas, atualmente, nem é disputada todo ano. Entre os jogos pouco comuns, estão Real Madrid x Vitória (da Bahia mesmo), Universidad Católica x Barcelona e Brighton-ING x Vasas-HUN.

Birra Moretti

Cidade: Údine, Bari e Napoli
Brasileiros que já disputaram: nenhum
Campeões: Juventus (4 títulos), Internazionale (2) e Napoli, Parma e Udinese (1)

Bancado pela maior cervejaria da Itália, é um dos mais importantes torneios de jogos curtos do país. Desde que foi criado, em 1997, teve apenas clubes italianos. A única exceção foi o Chelsea, convidado em 2002.

Ubiratan Leal

3 Comments For This Post

  1. Victor Martins Says:

    Olhando aqui no RSSSF, o que consta nos times do Colombino de 1968 é AA Portuguesa, talvez seja a Portuguesa Santista

  2. David Says:

    No torneio Ciutat de Palma, você faz uma citação ” Entre os jogos pouco comuns, estão Real Madrid x Vitória (da Bahia mesmo),” mas esqueceu de adicionar o Vitória-BA entre os Brasileiros que já disputaram no de 1997.

    ^^

  3. Balípodo Says:

    Boa observação, David. Já corrigi.

Leave a Reply