10 tendências de tecnologia para o setor público em 2021

10 tendências de tecnologia para o setor público em 2021

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

[ad_1]

2020 foi o ano que ninguém poderia ter previsto, mas para o setor público demonstrou a necessidade de incrível resiliência e flexibilidade. Ela teve que girar rapidamente, quebrar barreiras, compartilhar informações e continuar a fornecer serviços aos seus cidadãos.

A tecnologia foi a pedra fundamental dessa conquista. Governos e agências com visão de futuro compreenderam a importância das soluções digitais para oferecer benefícios aos cidadãos. Tecnologia de trabalho remoto, modernização de TI e segurança cibernética se tornaram vitais, com pesquisas mostrando que 60% dos funcionários do governo dos EUA sentiram que a pandemia acelerou a transformação digital em suas organizações.

À medida que a transformação digital do governo continua em 2021, aqui estão 10 tendências tecnológicas que provavelmente impulsionarão o setor público.

Tendência 1: A modernização de TI é a tarefa número um

Para facilitar a modernização e a adoção de tecnologia, as organizações do setor público vão olhar cada vez mais para as plataformas digitais para permitir que novos sistemas sejam desenvolvidos rapidamente e que as informações sejam compartilhadas entre funcionários, agências e cidadãos. Ao abraçar a transição para plataformas digitais em 2021 e além, o governo pode fornecer serviços públicos conectados eficazes em um momento desafiador de demanda elevada e orçamentos reduzidos.

Tendência 2: Nuvem é o facilitador chave

Em 2021, o governo usará a natureza orientada por software dos serviços em nuvem para simplificar e automatizar o que é uma infraestrutura cada vez mais complexa e distribuída, ao mesmo tempo que garante a continuidade da resiliência e a segurança.

Tendência 3: O trabalho remoto veio para ficar

Em 2021, as organizações governamentais desenvolverão seus modelos de negócios para incorporar processos de trabalho que conectem escritórios a espaços de trabalho externos. Para obter todos os benefícios desses novos modelos, a experiência do cidadão precisa se tornar mais integrada à experiência do funcionário como parte do ecossistema digital de ponta a ponta da organização.

Tendência 4: Os cidadãos esperam melhores experiências digitais

No próximo ano, o governo começará a se concentrar na Experiência Digital (DX), que reúne disciplinas que incluem experiência do cliente, experiência do funcionário e experiência do usuário que antes eram isoladas. Mover ainda mais serviços digitais online ajudará a aumentar a produtividade, reduzir atrasos do governo e liberar talentos e recursos para outras prioridades. Para o cidadão, eles têm mais facilidade, flexibilidade e segurança ao acessar dados governamentais online ou fornecer informações confidenciais, bem como mais controle sobre como e quando acessam os serviços públicos.

Tendência 5: O governo está entrando na era da hiperautomação

O COVID-19 rapidamente forçou as organizações governamentais a adotarem modelos de negócios remotos e com prioridade para o digital. Resiliência organizacional e excelência operacional digital eram necessárias em uma situação em que a maioria das agências era forçada a fazer mais com menos. Como resultado da pandemia, a Forrester sugere que novas formas de automação apoiarão um em cada quatro trabalhadores remotos, direta ou indiretamente, até 2022. Isso está acelerando outra tendência que já estava em andamento: a hiperautomação.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Tendência 6: 5G expande o possível

É provável que o 5G seja o catalisador para novas inovações digitais que podem transformar os serviços públicos em áreas como saúde, aplicação da lei, mobilidade e muito mais. Ao compreender o 5G, as organizações governamentais podem se preparar para explorar a tecnologia para impulsionar a inovação para todos.

O lançamento público do 5G ainda pode demorar um pouco, mas a criação de redes 5G privadas – necessárias para a criação de cidades inteligentes – será possível em 2021 para agências governamentais com visão de futuro.

Tendência 7: A IoT ajuda a fusão dos mundos digital e físico

Até o momento, a vigilância impulsionou a adoção de tecnologias de IoT pelo governo. Em 2021, as coisas podem estar prestes a mudar. O crescimento da nuvem e da computação de ponta se combinará com a IoT para desbloquear as possibilidades de criar cidades inteligentes e melhorar a cadeia de suprimentos e a entrega de serviços digitais.

Tendência 8: Agências exploram o potencial da computação de ponta

Conforme a nuvem se torna fundamental, 2021 verá um foco maior na computação de ponta. Em 2020, as inovações nas comunicações de próxima geração, como 5G, tecnologias nativas da nuvem e arquiteturas de computação de ponta, se uniram. Isso permite que as organizações criem e implantem rapidamente serviços distribuídos, além de usar IA para gerar insights localmente com rapidez.

Tendência 9: IA e análises geram melhores insights de dados governamentais

O volume e a variedade de dados que todas as organizações do setor público enfrentam são extraordinários. À medida que as agências oferecem mais serviços digitalmente, aumentam seus recursos móveis e buscam a IoT para trazer inteligência na borda da rede, esses dados crescem exponencialmente. Isso representa um benefício e um desafio.

Em 2021, IA e análises têm o potencial de gerar benefícios no governo na forma de aumento da produtividade dos funcionários e tomada de decisões, melhorando a prestação de serviços

Tendência 10: A segurança cibernética é a base de tudo

A pandemia COVID-19 viu um aumento maciço nos ataques cibernéticos, à medida que os hackers procuravam tirar proveito das lacunas de segurança à medida que pessoas, processos e tecnologia no governo mudavam para um ambiente mais remoto. Em 2021, as organizações governamentais recorrerão cada vez mais às plataformas de gerenciamento de identidade e acesso (IAM) para desenvolver recursos de confiança zero. No entanto, essas soluções devem ser capazes de abranger parceiros e contratados para proteção contra ataques em todos os níveis da cadeia de abastecimento.

Resumo

Não há dúvida de que a tecnologia continuará a transformar o setor público em 2021. Conforme as agências governamentais olham para o futuro, elas podem usar a pandemia como um catalisador de longo prazo para avanços tecnológicos. Continuando a se tornar digital, as agências podem simplificar as operações, se tornar mais ágeis e atender melhor às necessidades dos funcionários e cidadãos.

[ad_2]

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Luiz Presso