5 maneiras de usar a Realidade Aumentada em sua estratégia de marketing I Smart Insights

5 maneiras de usar a Realidade Aumentada em sua estratégia de marketing I Smart Insights

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


O AR oferece a você outra ferramenta no seu cinto quando se trata de impulsionar as vendas e aumentar o valor da marca por meio de dispositivos móveis

Os mercados de hoje são movidos cada vez mais pelas necessidades e desejos dos consumidores. À medida que a tecnologia avança, esses desejos mudam e a marca deve acompanhar o ritmo dessas mudanças.

A realidade aumentada (AR) é uma tendência emergente nas estratégias de marketing e vendas, que permite que as marcas ofereçam a seus clientes experiências únicas com a conveniência de acessar seus dispositivos móveis.

O celular tornou-se um dos tipos de mídia mais significativos através dos quais os consumidores interagem com as marcas e tomam decisões de compra. O AR oferece a você outra ferramenta no seu cinto quando se trata de impulsionar as vendas e aumentar o valor da marca por meio de dispositivos móveis.

1. Deixe os clientes tentarem antes de comprar

Os clientes em potencial sempre quiseram experimentar produtos antes de comprá-los. Salas de provas, amostras de cosméticos, testes de automóvel e muitos outros conceitos relacionados testemunham a eficácia dessa estratégia de vendas. As experiências de compras aumentadas são uma das tendências crescentes no setor de varejo.

Usando o AR, os clientes em potencial podem modelar e experimentar maquiagem, itens de vestuário e uma ampla variedade de produtos relacionados à casa sem precisar interagir diretamente com eles. O AR nega a necessidade de um grande inventário físico para permitir que os clientes experimentem ou experimentem dezenas ou até centenas de itens em busca daquele que melhor atenda às suas necessidades.

As aplicações da realidade aumentada nessa esfera já começaram a se multiplicar à medida que mais empresas percebem os benefícios que a AR apresenta. Como se pode imaginar, o Facebook tem sido pioneiro em aplicações de RA. Sua oferta de realidade aumentada permite que os usuários provem digitalmente maquiagem e acessórios, permitindo modelar a aparência deles antes de comprar qualquer coisa. O primeiro anúncio relacionado ao AR do Facebook permite que os clientes em potencial experimentem óculos de sol virtuais com a ajuda da câmera do dispositivo.

Leia Também  Torne-se um profissional de marketing melhor e ganhe até 50% de desconto em sua assinatura anual na promoção de agosto

A indústria de cosméticos também tem se entusiasmado em abraçar a realidade aumentada nos últimos tempos. Marcas como Sephora, L’Oreal e Perfect Corp criaram parcerias para permitir que seus clientes vejam como a maquiagem ficaria neles digitalmente. A realidade aumentada é particularmente valiosa para estratégias de vendas on-line que envolvem cosméticos, pois os consumidores quase sempre precisam julgar um determinado item de maquiagem modelando-o em si mesmos.

Outra área em que a AR tem potencial para brilhar é a criação de um provador virtual ou provador. Quando se trata de comprar roupas, os provadores são um mal necessário. Os clientes são obrigados a transportar pilhas de itens de vestuário para o vestiário e, em seguida, os funcionários são constantemente necessários para restaurar itens descartados. Além disso, uma loja é limitada pelo estoque disponível quando se trata de oferecer roupas para os clientes experimentarem.

O vestiário de realidade aumentada dispensa grande parte desse aborrecimento, permitindo que os clientes acessem uma biblioteca digital de itens de vestuário com o toque de um dedo. Marcas como Topshop e Timberland estão na vanguarda do desenvolvimento de provadores e provadores de RA para oferecer a seus clientes uma experiência virtual em ajudá-los a selecionar itens de vestuário.

2. Aumentar turnê e assistência

A realidade aumentada oferece o potencial para as empresas adicionarem um componente digital a seus locais e produtos físicos. Os clientes podem digitalizar um produto ou objeto para obter uma experiência de AR adaptada para fornecer informações adicionais sobre o produto ou alguma forma adicional de experiência relacionada à marca.

A aplicação da RA nesse sentido se estende a vários setores e mercados. Por exemplo, a empresa de venda de ingressos StubHub criou um aplicativo de realidade aumentada, que permitia aos usuários visualizar uma exibição em 3D do estádio onde o Super Bowl foi jogado. Os fãs puderam visualizar a aparência do campo de vários assentos para escolher o assento certo para eles.

A Starbucks voltou-se para a realidade aumentada para digitalizar a experiência de visitar uma de suas cafeterias. Os usuários podem digitalizar objetos dentro da loja para acessar um tour virtual, transmitindo informações adicionais para complementar o site físico.

Na indústria automobilística, a Hyundai e a Mercedes estão adotando aplicativos de RA. A Hyundai foi a primeira a criar um manual aprimorado para os motoristas e a Mercedes levou esse conceito um passo adiante. Os proprietários da Mercedes podem acessar um recurso chamado ‘Ask Mercedes’, que emparelha um assistente de IA com uma interface de realidade aumentada para responder a uma série de possíveis perguntas.

5 maneiras de usar a Realidade Aumentada em sua estratégia de marketing (1)

3. Aumentar materiais de marca

A realidade aumentada pode levar materiais de marca, como cartões de visita e folhetos para o próximo nível, adicionando um componente virtual. Os usuários podem digitalizar materiais impressos com seus dispositivos móveis para acessar uma variedade de recursos, oferecendo mais informações e maneiras de entrar em contato com a marca.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Por exemplo, um usuário pode digitalizar uma brochura no local certo para exibir um vídeo destacando alguns aspectos das informações transmitidas, trazendo um elemento dinâmico ao texto estático na brochura. Como alternativa, um cartão de visita pode usar o AR para apresentar uma variedade de opções de contato que permitirão ao usuário entrar em contato com um único clique, seja por email, LinkedIn ou por telefone.

Leia Também  O que há de novo no OpenText Media Management Cloud Edition (CE) 20.2

Os materiais de marca aprimorados com AR permitem que seus criadores injetem elementos virtuais dinâmicos no texto, aumentando o envolvimento.

4. Crie um burburinho em torno da marca

A realidade aumentada também pode ser usada como parte de uma estratégia indireta de vendas e marketing. Enquanto os aplicativos de RA anteriores focavam em táticas diretas para facilitar as vendas, o RA também pode ser usado para melhorar o status da própria marca.

Criar uma experiência de realidade aumentada nova, inesperada ou divertida pode resultar em um burburinho significativo para uma marca, se executado corretamente. A RA é um fenômeno relativamente novo para a maioria das pessoas, o que significa que uma experiência bem projetada de RA fará as pessoas falarem e gerar memórias duradouras. Como as pessoas preferem uma marca que as mantenha felizes e satisfeitas, esse tipo de exposição e a boa vontade do cliente podem pagar dividendos duradouros.

Um exemplo perfeito de como usar a realidade aumentada para criar buzz seria uma campanha da Pepsi situada em uma estação de ônibus. A Pepsi permitiu que os usuários acessassem uma janela virtual de AR ao lado da parede da rodoviária. Os usuários foram tratados com a visão de um tigre saqueador, OVNIs e robôs correndo soltos dentro da vista do RA. Levedando o tédio de esperar um ônibus com uma experiência de realidade aumentada, a Pepsi conseguiu gerar discussões e fortalecer sua marca.

Desde então, a Uber seguiu o exemplo de uma campanha semelhante em Zurique, criando experiências de AR para seus passageiros e gerando mais de um milhão de visualizações no Youtube.

Empregando estratégias como essa, as empresas podem gerar milhões de dólares em mídia ganha. Em um mercado competitivo, uma campanha de realidade aumentada pode ser o diferencial que permite que uma marca se destaque de seus pares e crie discussões sustentadas e reconhecimento de nomes.

Estratégia digital em tempos de crise

Descubra mais blogs e maneiras de alavancar a estratégia de transformação digital da sua organização com o aprendizado on-line prático e acionável, que obtém resultados rapidamente!

Ver mais

5. Alavancar realidade aumentada para B2B

A realidade aumentada está pronta para transformar o cliente / fornecedor B2B experiente de várias maneiras. O processo de vendas B2B sempre foi repleto de conflitos entre as expectativas dos clientes e as limitações do que um fornecedor é realisticamente capaz de fornecer. O AR tem o potencial de criar melhorias significativas em toda a cadeia do processo de vendas.

Uma das áreas mais significativas nas quais o AR pode melhorar as vendas B2B é criar material de apresentação dinâmica de vendas. O modelo antigo costumava armar vendedores com brochuras e folhetos, e talvez uma apresentação em PowerPoint. Compare isso com uma força de vendas equipada com um dispositivo digital, permitindo que eles acessem aplicativos personalizados de realidade aumentada, apresentando uma visão virtual de 360 ​​graus de suas linhas de produtos. É fácil ver qual equipe de vendas tem vantagem.

Leia Também  Como superar o barulho e conquistar os corações dos millennials

As ferramentas de vendas de AR podem permitir que os clientes vejam e interajam com os produtos da maneira mais detalhada que desejarem, desde uma visão geral de alto nível até uma inspeção granular de componentes individuais. Ao trazer o produto para a sala de reuniões, a realidade aumentada permite que os clientes tenham maior acesso às informações necessárias para tomar uma decisão.

Interação AR

O AR também é um benefício enorme quando se trata de lidar com opções de personalização. Como regra geral, os clientes procuram a maior personalização possível e produtos e soluções especificamente adaptados. Gerenciar essas demandas do lado do fornecedor nem sempre é fácil.

As ferramentas de realidade aumentada podem facilitar os clientes a participarem ativamente do design de seus produtos. Essa entrada pode ser transmitida digitalmente em tempo real ao fornecedor, fornecendo uma cadeia de feedback mais suave, levando os clientes a obter exatamente o que desejam e os fornecedores sendo capazes de fornecê-los. A AR pode criar uma ponte entre as expectativas do cliente e a satisfação do fornecedor.

O AR oferece um impacto igualmente grande quando se trata de suporte pós-venda. Com muita freqüência, os clientes se baseiam em manuais do usuário ou repositórios de conhecimento on-line, que não ajudam muito ou são difíceis de navegar. Isso pode levar à frustração que resulta em um cliente levar seus negócios para outro lugar.

AR no telefone

As soluções de realidade aumentada na área de suporte ao cliente só agora estão começando a se concretizar, mas os retornos iniciais são extremamente promissores. Dos manuais de RA à possibilidade de suporte técnico remoto via RA, a realidade aumentada oferece a possibilidade de tornar o atendimento ao cliente mais interativo e responsivo.

Conclusão

A realidade aumentada é mais do que apenas uma novidade ou uma nova fronteira nos jogos. É uma das forças motrizes por trás das inovações de vendas e marketing na próxima década. Usando o AR, as empresas prospectivas poderão atualizar a experiência que oferecem a seus clientes, levando a maiores oportunidades de negócios e vendas.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Luiz Presso
Luiz Presso