A perda de um ente querido

A perda de um ente querido

Single or divorced woman alone missing a boyfriend while swinging on the beach at sunset
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Enfrentar a perda de um ente querido Pode ser um duro golpe que leva a um período de profunda tristeza. De repente, achamos difícil assimilar que a morte é uma parte consubstancial da vida. Mas, mesmo assim, essas vicissitudes podem nos causar um período de tristeza e depressão. A passagem do tempo permite que a maioria das pessoas se recupere da perda, principalmente se puder contar com o apoio de seu ambiente social.

O duelo

O luto é um conjunto de sentimentos, emoções, pensamentos e comportamentos que se manifestam após a perda do ente querido. Cada pessoa reage de maneira diferente e usa seus próprios métodos pessoais para lidar com a dor da perda. Não há duração "normal" de luto. Cada pessoa precisa de um período diferente de tempo e adaptação. A aceitação dessa perda pode levar de meses a um ano.

Há algum tempo, as fases de aceitação da perda foram expressas através do luto. Com essa prática de usar preto, a sociedade estava ciente do momento em que essa pessoa estava passando e respondeu com empatia, compreensão e apoio.

Acostumar-se à ausência é uma questão de tempo. Gradualmente, o equilíbrio e o ritmo normal da vida são restaurados.

Existem reações emocionais semelhantes para a maioria das pessoas. Após a perda de um ente querido, você pode sentir uma choque Inicial acompanhada por um sentimento de descrença. Essa sensação se manifesta especialmente diante de mortes repentinas. Nada parece real e expressões como "não é possível" ou "é um pesadelo do qual acordarei em algum momento" tomam o centro do palco.

Essa "dormência afetiva" nos dá algum tempo, necessário, para começarmos a aceitar a realidade que, infelizmente, tivemos que viver. Nesta lembrança, você deve tomar decisões importantes relacionadas ao funeral, notificar familiares e amigos, etc. Tudo isso ajuda a aceitar a realidade, tornando evidente essa perda e permite que esse ente querido seja dispensado física e mentalmente.

Doença longa

Quando a morte ocorre devido a uma doença prolongada, é comum sentir uma sensação de alívio. Essa sensação pode causar um certo sentimento de culpa.

Após essas sensações iniciais que surgem imediatamente após uma perda, você sente grande tristeza e solidão. É importante não tentar esconder a dor. É essencial encontrar tempo para chorar e enfrentar o presente. Esse humor não é um sinal de fraqueza, é uma reação psicológica normal.

Sentimentos e emoções

Culpa e censura são sentimentos irracionais que podem aparecer, causando sofrimento, raiva e raiva contra os outros. Também contra o ente querido por nos ter abandonado, contra os profissionais de saúde, porque não puderam impedir sua morte e, sobretudo, contra nós mesmos.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Algumas manifestações fisiológicas que podem acompanhar a tristeza são a sensação de vazio no estômago, aperto no peito, falta de energia ou fraqueza, dificuldade em dormir, falta de apetite, isolamento social e perda de interesse em nosso meio, entre outros. Algumas pessoas evitam ir a lugares que as lembram da pessoa amada. Por outro lado, muitos outros precisam ir a esses lugares que lembram a pessoa de se sentir confortado e poder reviver, em sua mente, momentos com ela.

À medida que o tempo avança, essas atitudes e situações começam a se normalizar, embora possam ressurgir em datas designadas de importância especial para cada pessoa.

Continue com a vida

Superar a perda de um ente querido leva tempo. As pessoas que estão sofrendo podem achar úteis algumas estratégias para lidar com a perda:

  • Fale sobre a perda do ente querido. Desta forma, o que aconteceu será aceito e a pessoa será lembrada. Negar o que aconteceu e evitar o problema envolve isolamento e pode frustrar as pessoas que fazem parte da sua rede de suporte.
  • Aceite os sentimentos. É normal sentir tristeza, raiva, frustração e até exaustão.
  • Cuide de si e da família.Uma dieta variada e equilibrada, exercícios e sono suficiente são práticas positivas que ajudam você a continuar.
  • Ajude outras pessoas que também lidam com a perda. Tentar ajudar os outros a assumirem essa perda nos ajuda a nos sentir melhor. Lembrar anedotas e situações felizes da pessoa perdida com os outros pode ser um fator positivo.
  • Tenha a ajuda de um profissional. Se as emoções se tornarem esmagadoras ou você sentir que não pode superá-las, talvez converse com um psicólogo Pode ser positivo.

Benefícios da ajuda psicológica

Contar com ajuda psicológica profissional Eles podem nos ajudar a superar o medo, a culpa ou a ansiedade resultante da morte de um ente querido.

O apoio de um psicólogo Isso nos ajudará a encontrar mecanismos para superar nossa situação emocional e desenvolver nossa capacidade de adaptação.





cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Luiz Presso
Luiz Presso